Palavra do Vaticano



BISPO FRANCÊS E A CONGREGAÇÃO DO VATICANO A RESPEITO DE MEDJUGORJE


O Bispo de Langres, na França, Reverendo Mons. Léon Taverdet, dirigiu-se, em 14 de fevereiro de 1996, à Cátedra Apostólica perguntando qual seria a posição da Igreja em relação às aparições de Medjugorje e se seria permitido ir até lá em peregrinação. A  Congregação da Santa Sé para a Doutrina da Fé respondeu, em 23 de março de 1996, através de seu secretário Tarcisio Bertone. Apresentamos sua resposta na íntegra:


CONGREGAÇÃO PARA A DOUTRINA DA FÉ
Vaticano, 23 de março de 1996
Prot. N.154/81-01985


Excelência,


Na carta de 14 de fevereiro de 1996, V. Senhoria perguntou sobre a atual posição da Igreja com relação às ditas “aparições em Medjugorje” e se seria permitido aos fiéis católicos fazerem peregrinações para lá.


Sobre esse assunto, tenho a honra de Vos informar que os Bispos da antiga Iugoslávia, com relação à credibilidade das referidas aparições, em sua Declaração de Zadar do dia 10 de abril de 1991, afirmaram:


“... com base nas investigações até agora realizadas, não se pode confirmar  que se tratem de aparições ou revelações de origem sobrenatural.
Contudo, as numerosas reuniões de fiéis de todas as partes do mundo, que vêm a Medjugorje impulsionados por motivos religiosos ou outros motivos, requerem atenção e cuidados pastorais, principalmente do Bispo Diocesano, e  dos demais bispos, para que  Medjugorje, e tudo que esteja a ela relacionado, assegure uma veneração saudável da Santíssima Virgem Maria, em concordância com os ensinamentos da Igreja.


Com essa finalidade, os Bispos editarão diretrizes litúrgico-pastorais especiais e apropriadas. Assim, através de sua Comissão, continuarão acompanhando e investigando os acontecimentos em Medjugorje. ”


Baseado no que foi exatamente dito, é acertado concluir que peregrinações oficiais a Medjugorje,   como um local de autênticas aparições marianas, não devem ser organizadas nem em nível paroquiano  nem diocesano, pois estariam em discordância com o acima exposto pela Declaração dos Bispos da ex-Iugoslávia.


Atenciosamente

 

+ Tarcisio Bertone 

 

 


voltar

 

Buscar  
Em    
 
 
 
 
 
 
Digite seu e-mail abaixo para receber nossas atualizações.
 
 
Eventos em Portugal
 
 

Testemunho de Adelino Costa - Açores Portugal.

Eu não tenho dúvidas de que Medjugorje é um “pulmão” que está a alimentar a humanidade, que está a injectar “oxigénio” em cada coração, em cada ser humano este “oxigénio” ou vida espiritual, é transportado através de cada pessoa que por lá passa, para todo o Mundo.

Testemunho de Maria Lúcia L. B. Burin – Secretariado de Nossa Senhora Rainha Paz

No dia 13 de junho tivemos a graça de estarmos com Vicka na Igreja de Nossa Senhora Achiropita, no bairro do Bexiga, em São Paulo...

Testemunho de Maria Virginia Battistoni - Jundiaí

Estive em Medjugorje pela 1ª vez, em 1988, quando se iniciavam as aparições e Nossa Senhora Rainha da Paz mostrou-me...

Ver Mais Testemunhos
Envie seu Testemunho
 
  Siga-nos Facebook Facebook  
 
© 2014 medjugorje.org.br | medjugorje.org.pt - Site melhor visualizado em Internet Explorer 8 - 1024x768 px ou superior.
Astec Web - Criação de Sites e Lojas Virtuais