Maria Filipa Fonseca em 11-09-2013 (Portugal)



(conteúdo do testemunho é de responsabilidade do autor)

 
 Queridos Todos
 
 Cá estou eu outra vez!
 Não quero ser maçadora, não quero protagonismo, só queria muito que o
 grupo fosse mantendo contacto!
 Depois de ouvir tantos testemunhos dos frutos de Mediugorje... só
 sinto vontade de partilhar também... um pouco de mim... e... o
 tanto que vocês me deram naquela semana tão especial!
 
 Em primeiro lugar, agradeço imenso o contacto telefónico da nossa
 querida Fernanda Agapito, de Alzejur, que nos foi encantando com a sua
 voz...  e como ela dizia e muito bem *"Quem canta, reza duas vezes"*
 
 Fernanda, obrigada pelo teu contributo! Obrigada pelo teu sorriso
 fácil, pela tua alegria em louvar a Nossa Mãe do Céu e o Nosso Deus
 todo poderoso!
 
 E agora conto-vos um dos "miminhos" simples que recebi da Gospa:
 
 Quando descia o Monte Podbro comecei, à semelhança da minha irmã
 Catarina e repetindo o gesto do Padre Slavko (que exemplo de humildade
 e persistência), a apanhar algum lixo que ia encontrando no caminho.
 

Como não levava saco, fui atando os pedaços a um plástico comprido que  antes embrulhava  uma bengala e que, também, foi abandonado na colina... ... ...
 Entretanto chegámos ao local das primeiras aparições de Nossa  Senhora... parei...
 ... observei os outros, vendo as suas manifestações de fé e amor  à GOSPA...
 ... olhei a imagem... bonita sem dúvida, mas... não sabia o que fazer... parecia que nada... nada... estava num  sítio tão especial e *nada*...
 Senti, sim, uma brisa fresca, nada de mais, não? (tal como a  mulçumana contou na aldeia das mães, recordam?)...
 olhei para os espinheiros, as pedras... ... então e os sinais?... onde... *nada*...

 
 De repende, fui atraída pelo choro de um menino (2 ou 3 anos)... procurei-o  e encontrei-o... sentado nas pedras à frente da mãe e ao lado da  irmazinha (3 ou 4 anos)... ... chorava... chorava... a mãe  parada... a irmã parada...
 Lembrei-me dos 2 abrunhos (ameixas) que trazia na sacola... estendi-lhe a mão... olhou-me... tirou um e deu a 1.ª dentada...
 ... enquanto isso, estendi a mão à irmã que também pegou e provou... Depois da primeira dentada, o menino fez cara de desgosto, virou-se  para a mãe e deu-lhe o abrunho (ameixa)... ela aceitou-o e comeu-o sem hesitar.  E agora... não gostou... ficou sem nada...
 Lembrei-me logo das 2 tostas que também trazia comigo, ofereci uma a  cada um dos pequenos que aceitaram, comeram... e o choro cessou...
 *Senti-me bem neste pequeno instinto maternal que em mim actuou!*
 Retirei-me... feliz!
 
 Mais abaixo, no ponto de encontro do grupo, estava uma mulher, à  sombra, com uma cestinha de fruta em canudos de papel.
 Olhei as uvas com desejo, que bem me saberia a sua doçura (e logo  agora que já não trazia nada comigo)... perguntei o preço e, enquanto  tirava o porta-moedas da sacola, ela reparou que eu trazia um molho de  lixo atado na outra mão... de imediato pediu-me o lixo (por gestos)  foi até ao seu carro vermelho (velhíssimo), tirou um saco de plástico  grande e acondicionou o "meu" lixo dentro.
 Comprei dois canudos de uvas, ela fazia sinal para eu levar os maiores  e mais viçosos... e, para meu espanto, acrescentou 3 abrunhos (ameixas) no cimo  das uvas que acabara de comprar. *Bac... o meu coração disparou!!... só podia sorrir :)).  "Dá e receberás!"
 
 Para mim ter dado aqueles abrunhos e tostas às crianças foi  suficientemente gratificante. Poder acalmar aquele choro, bastava-me!
 Mas Nossa Senhora quis dar-me um "miminho" seu! 
 Colocou no meu caminho, uma mulher discreta, paciente e atenta, que reparou em mim, recolheu o "meu" lixo e me presenteou com 3 abrunhos (ameixas)  deliciosos, qual cereja no topo do bolo!!!
 
 Transbordando de alegria, não resisti a oferecer as uvas que comprei,  distribuir por quem quis aceitar... e saibam vocês, caros companheiros  de peregrinação, que quem provou uma uva naquela manhã... provou o  amor que a Nossa Querida Mãe do Céu tem por todos nós!!
 
 Saudades Filipa
 

voltar

 

Buscar  
Em    
 
 
 
 
 
 
 
Digite seu e-mail abaixo para receber nossas atualizações.
 
 
  Siga-nos Facebook Facebook  
 
© 2018 medjugorje.org.br | medjugorje.org.pt - Site melhor visualizado em Internet Explorer 8 - 1024x768 px ou superior.
Astec Web - Criação de Sites e Lojas Virtuais