Alexandre Machado - São Leopoldo - RS - Brasil



(conteúdo do testemunho é de responsabilidade do autor)

Medjugorje – Uma chuva de graças

 
Caros irmãos e irmãs em Jesus, Maria e José !
 
Voltei para a Santa Igreja pelas mãos maternas da Rainha da Paz. A experiência que relatarei é aparentemente bem singela, mas a mensagem e a presença de Deus, seu Santo Espírito e a intercessão da Nossa Mãe do Céu é sempre permanente. São como sementes de luz que ao cair em um coração fértil produzirão frutos para a maior glória do nosso Deus.
 
Era 24 de junho de 1995 e eu estava em Medjugorje juntamente com um grande grupo de peregrinos que participaria dos festejos do 14º Aniversário das Aparições da Rainha da Paz. Neste dia, pela manhã, teríamos uma missa em português na Capela de Adoração que situa-se ao lado da Igreja de São Tiago, porem nesta manhã chovia muito e tínhamos programado uma "Caminhada pela Paz" que sairia da frente da Igreja até a Colina das Aparições. Mas, terminada a Santa Missa, a chuva aumentou...Eu estava meio gripado por causa das constantes mudanças de temperatura, isto é, ônibus com ar condicionado, dias e principalmente tardes escaldantes e em Medjugorje se caminha bastante, e o resfriado já dava sinais sensíveis e desconfortáveis...todavia isto não era problema, porque as pequenas cruzes nas peregrinações nos fortalecem quando as oferecemos pelos Planos de Deus...
 
Nos abrigamos em baixo das árvores existentes na esplanada em frente a Igreja, e pensava ... “O que fazer??? ... Vou me molhar e piorar nesta longa caminhada ?!? 
 
Meu amigo e companheiro de quarto me desencorajava, mas de maneira prudente, dizendo: "você pode piorar e não temos guarda chuva, nem capa de chuva" ...... Então entrei num dilema interior que embora durasse poucos minutos, foi muito intenso, numa dúvida profunda eu pensava: "Mas estou em Medjugorje...a Gospa pede sacrifícios...a Bósnia ainda está em guerra...”
 
E decidi, falando para o colega e olhando os grandes e constantes pingos de chuva cairem: 
"Irei mesmo assim, não importa se eu me molhar, estou em Medjugorje vim de muito longe com a ajuda da Gospa e não posso decepcioná-la...vou oferecer pelas Suas Intenções..."
 
Mas quando dou exatamente o primeiro passo, uma mão me interpela e me alcança uma capa de chuva (em pleno verão)...Olhei atônito...era uma senhora que sorria e me dizia, vai na caminhada, depois você me devolve. Agradeci e segui em frente.
 
Caminhamos em fila, uns lado a lado, outros tipo fila indiana, mas todos rezando o Rosário por entre as plantações, que já possuiamem umas inesquecíveis trilhas, naquele momento encharcadas pela chuvarada...trilhas de Medjugorje que mais parecem caminhos para o paraíso...
 
Muitos do grupo desistiram de ir à caminhada por causa da chuva. Às vezes Deus nos põe a prova, não para testar, mas para nos dar ainda mais graças, este é o segredo, por de trás de cada provação existe uma benção, se você não desistir...basta dar o primeiro passo e o Senhor estenderá a Sua Santa Mão em nosso auxílio...no sinal da mão estendida com a capa de chuva, como disse no começo, pode parecer pouco, apenas um simples ato de caridade e até de cordialidade...entretanto...o Espírito de Deus nos fala através de pequenos acontecimentos e o coração recebe as mensagens...
 
Continuamos caminhando e rezando, segurando na mão da Mãe através do Terço, como nos disse o santo Padre Jozo: "segurar o Terço é segurar a mão da Gospa", e mesmo antes de chegar em Bijakovic (vila ao pé do Podbrdo, onde até reside alguns dos videntes)...a chuva parou por completo e ao chegarmos em cima da Colina o céu azul resplandeceu e o sol despontou...no local das aparições, que na época era uma Cruz de Alumínio (hoje é uma imagem branca igual a da frente da Igreja) que marca o local exato quando Ela falou pela primeira vez com o grupo completo das crianças escolhidas (25 de junho de 1981). Todos cantaram dando glórias e louvando o Senhor por nos dar tão grande dádiva, que é a presença diária da Sua e Nossa Mãe do Céu em Medjugorje...e, também, com o acompanhamento de um sacerdote, nós renovamos a consagração a Nossa Senhora. 
 
Depois de um tempo, procurei a senhora, dona da capa de chuva e agradecido devolvi a ela, que sem dizer nada transpareceu um sorriso, que mais parecia a Gospa feliz por aqueles seus "queridos filhos", que se decidem a iniciar uma caminhada em prol dos Seus Maternos Planos...
Na volta, apesar de termos o ônibus a nossa disposição, eu e outros peregrinos resolvemos retornar a pé, em ação de graças, novamente rezando o Rosário, agradecendo ao Senhor Jesus e a Gospa por estar ali naquele santo lugar...Resumindo, foi tudo uma chuva de graças. Coragem!
 
De coração, Alexandre Machado
 
        

 


voltar

 

Buscar  
Em    
 
 
 
 
 
 
 
Digite seu e-mail abaixo para receber nossas atualizações.
 
 
Eventos no Brasil
  Siga-nos Facebook Facebook  
 
© 2018 medjugorje.org.br | medjugorje.org.pt - Site melhor visualizado em Internet Explorer 8 - 1024x768 px ou superior.
Astec Web - Criação de Sites e Lojas Virtuais