Orientações Gerais



 

O MOVIMENTO DOS PEREGRINOS EM MEDJUGORJE

P. Leonard Orec, OFM, 1996
 
 

1. Locais dos encontros 

Os peregrinos se reúnem em Medjugorje preferencialmente em três locais:
 

Colina das Aparições

Este é o nome do local onde os videntes viram Nossa Senhora pela primeira vez, localizado acima da aldeia de Podbrdo em Bijakovic, foi no final de Junho de 1981. Desde então, neste lugar, peregrinos se reúnem para rezar o Rosário, de dia e de noite grupos podem ser visto subindo para o lugar da primeira aparição. Apenas este local foi marcado por uma pilha de pedras onde foi colocada uma cruz simples. Ao longo do caminho de subida, foram colocados em 1 989, relevos ilustrando os mistérios gozosos e dolorosos do Rosário, obra do Prof. Carmelo Puzzolo de Florença.
 

Krizevac

Krizevac é o monte acima de Medjugorje, em 1934, os habitantes da aldeia de Medjugorje ergueram La uma cruz de concreto de oito metros de altura em comemoração aos 1.900 anosda morte de Jesus. Os grupos de fiéis e outros indivíduos demonstraram sua devoção na Via Sacra indo de estação em estação.
Nos primeiros anos as estações eram marcadas por cruzes de madeira. Em 1988, além das cruzesforam colocados relevos em bronze - as estações da Via Sacra, obra do escultor italiano Carmelo Puzzolo. Krizevac se tornou um dos lugares preferidos para a adoração daPaixão de Cristo e tornou-se o calvário do Santuário de Medjugorje.
 
 

A igreja paroquial

A igreja paroquial e a área ao redor da igreja: o lugar da celebração da Eucaristia e da vida sacramental. Um terremoto destruiu a antiga igreja, construída no final do século passado. A nova igreja foi concluída em 1969. A igreja, assim como a paróquia, foi consagrada a São Tiago Maior, o apóstolo e padroeiro dos peregrinos.
Além da igreja, em 1991, foi erguido um altar externo para celebrar do lado fora e vinte confessionários. Foi construída uma pequena capela para a adoração do Santíssimo com dependências para palestras e encontros. Há também dois pavilhões que foram construídos para celebrações especiais. Percebe-se uma grande procura para novas instalações para uso sagrado.
 
 
 

 2. Horários dos Eventos

 
E possível falar de eventos (a) diários, (b) semanais e (c) anuais, dos peregrinos.
 
a) Diariamente os peregrinos se reúnem em Medjugorje, dependendo do seu idioma, para a celebração Eucarística: 
1. Grupo em idioma croata, as 07h30min nos dias da semana; 07h30min e 13h00min aos sábados; as 08h00min e 11h00min aos domingos. 
2. Países do leste europeu, as 08h00min nos dias da semana e as 07h00min aos domingos.
3. Grupo em idioma alemão 09h00min durante a semana e também aos domingos no mesmo horário.
4. Grupo idioma inglês nos dias de semana as 10h00min e aos domingos as 12h00min
5. Grupo italiano durante a semana 11h00min e aos domingos as 10h00min 
6. Grupo de língua francesa, nos dias de semana as 12h00min e aos domingos as 13h00min
 
As demais nacionalidades celebram a Eucaristia conforme agendamento.
O programa vespertino da Paróquia começa às 17h00min no inverno (18h00min no verão) rezando os Mistérios Gozosos e Dolorosos do Rosário, em preparação para a celebração Eucarística que se inicia às 18.00 horas (19h00min) e continua depois com ações de graças e os mistérios gloriosos do Rosário até 20h00min (21h00min).
 
A celebração da Santa Missa em outros horários é possível mediante agendamento prévio no Escritório Paroquial.
 
b) Com relação aos eventos semanais temos:
1. Oração do Rosário na Colina das Aparições, aos domingos às 14h00min (às 16h00min h no Verão);
2. Via Sacra no Krizevac às sextas-feiras às 14.00 (16h00min);
3. Adoração ao Santíssimo Sacramento às quartas-feiras e aos sábados, às 21h00 (22h00);
4. A adoração Eucarística, em ação de graças logo apos a Missa vespertina de quinta-feira.
5. Adoração da Santa Cruz em ação de graças após a Missa vespertina de sexta-feira.
 
c) Existem vários eventos anuais dos peregrinos:
1. Na maioria das festas dedicadas a Nossa Senhora, como a Anunciação, a Assunção da Virgem Maria, Imaculada Conceição, etc.
2. Durante as maiores Festas da Igreja, como Natal, Ano Novo, Páscoa, Pentecostes;
3. Durante o mês mariano, de maio e outubro, (aumentam a presença de peregrinos);
4. O maior número de peregrinos vem para o aniversário das aparições (25 de junho) e para a Exaltação da Santa Cruz (primeiro domingo depois da Natividade de Nossa Senhora, em setembro)
 
Entre os eventos anuais extraordinários podemos incluir:
• A vigília de oração para o Ano Novo; (31 dezembro) 
• A marcha internacional da paz, de Humac para Medjugorje em 24 de junho;
• O Festival Internacional da Juventude de 31 julhos a 6 de agosto.
 
 

3. O conteúdo 

 
Em Medjugorje, não ocorre nada aparentemente incomum. Tudo ocorre igualmente como em outros lugares de peregrinação. A Missa é celebrada (a), os peregrinos participam do sacramento da penitência (b), reza o Rosário (c) e Via Sacra (d) reza-se pelos enfermos (e). Entretanto, difere um pouco na forma de celebrar. A atmosfera tem uma influência significativa sobre o estado de espírito dos peregrinos.  Não é o aspecto exterior da celebração que conta, mas a espiritualidade que a caracteriza.
 
a) A celebração eucarística vespertina esta no central dos eventos diários de todos os peregrinos em Medjugorje. São precedidos pela oração dos mistérios gozosos e dolorosos do Rosário e, e m seguida, os gloriosos. A Missa é celebrada de acordo com o calendário litúrgico e do Missal Romano. Os evangelhos são lidos nos idiomas dos grupos que participam da celebração. O sermão é geralmente sobre evangelho do dia no idioma croata, seguido por um resumo em algum outro idioma. Uma parte da oração eucarística é recitada em latim. E muitas vezes os versículos são cantados em latim. A comunhão é distribuída de acordo com o desejo de cada fiel seja na boca ou na mão.
Imediatamente após a missa se ajoelha para rezar o Credo, e por sete vezes o Pai Nosso, Ave Maria e Glória ao Pai, seguido de uma bênção de objetos religiosos, a oração pelos doentes e os mistérios Gloriosos do Rosário. Juntamente com a Eucaristia coletiva vespertina, grupos em diversos idiomas celebram a Santa missa com cantos e homilia nos seus idiomas.
 
Ano após ano, vem aumentando a adoração de Jesus no Santíssimo Sacramento do Altar seja ela individual coletiva ou em grupo. A adoração coletiva é realizada todas as quintas-feiras após a missa vespertina e as quartas e sábados 21,00-22,00 (22,00-23,00), como uma forma de recolhimento individual. Há também uma pequena capela para a adoração onde os peregrinos oram em silêncio diante do Santíssimo Sacramento exposto para a adoração, das 13h00min as 17h00min (18h00min) todos os dias.
 
 b) Medjugorje nos dias de hoje tornou-se famosa em todo o mundo devido ao sacramento da Santa Confissão.
As pessoas vêem a Medjugorje de todos os lados para se reconciliar, com Deus e com os homens, pelo sacramento da Confissão. Aqui você pode encontrar um grande número de confessores prontos para lhe oferecer a atenção necessária, ouvindo as necessidades das pessoas e revelando-lhes os tesouros da misericórdia de Deus.  Muitos, com razão, definem Medjugorje como sendo o confessionário do mundo. A mesma atmosfera de Medjugorje ajuda a muitos a viverem a própria conversão no encontro sacramental e a uma mudança real em suas próprias vidas como fiéis. Para isso auxilia a preparação coletiva para a confissão na forma de uma liturgia penitencial ou de outro modo, mas acima de tudo com uma conversa franca com um confessor. 
 
 
c) O rosário é uma das orações mais populares e queridos dos peregrinos em Medjugorje. No programa coletivo vespertino de orações , se rezam os mistérios gozosos, dolorosos e gloriosos com uma breve introdução a cada mistério, se possível em
 vários idiomas. A oração é interrompida várias vezes para cantar hinos simples para Nossa Senhora. O Rosário é também rezado como uma forma de devoção peregrina sobre a colina das aparições aos domingos às 14h00min (ou 16h00min no verão). Além disso, o rosário é muitas vezes rezado indo de estação para estação em grupos ou isoladamente. A qualquer período de dia ou da noite, é possível encontrar grupos maiores ou menores de peregrinos em torno da igreja, em vários lugares ou nas colinas contando entre os dedos da mão, os contos do Rosário, recitado em voz alta ou silenciosamente sua oração.
 
d) A Via Sacra faz parte das devoções populares dos peregrinos em Medjugorje. Aqueles que conseguem subir o monte íngreme ao longo do Krizevac percorrem a Via Sacra fazendo uma pausa para meditar diante da imagem de bronze em cada estação. Aqueles que não conseguem subir a montanha do Krizevac têm a oportunidade de meditar sobre os mistérios da paixão de Cristo, rezando as Estações da Cruz na Igreja em frente às esculturas do famoso artista italiano Peppino Sacchi. Meditando sobre a Paixão, o peregrino se une a Jesus e unem os seus sofrimentos e os sofrimentos de todos aqueles com os quais se relacionam em sua vida. As vezes, eles oferecerem e oram por aqueles que representam uma cruz para si, pessoalmente, ou  para aqueles para quem eles mesmos são uma cruz. Como uma forma de devoção coletiva dos peregrinos a Via Sacra é realizada no Krizevac  às sextas-feiras às 14:00 (16:00) e também na Igreja Paroquial nas sextas-feiras e domingos durante a Quaresma.
 
e) Oração pelos doentes em Medjugorje entrou no programa de oração vespertino como uma forma de ação de graças pela celebração Eucarística. É oficialmente definida como a oração para a cura do corpo e da alma. A humanidade, mas de forma particular o peregrino, está em busca de cura no  sentido completo da palavra, a raiz latina da palavra "salus" inclui tanto a saúde do corpo como da salv ação d a alma.
  

4. Genesis dos encontros dos peregrinos em Medjugorje

Tudo começou no final de Junho de 1981, quando seis crianças começaram a dizer que a Virgem tinha aparecido para eles Se apresentando como a Rainha da Paz e convidando o Mundo para a paz e a reconciliação. "Paz, paz, paz, paz com Deus e paz entre os homens." Tudo isso tem feito não só Medjugorje, famosa em todo o mundo, mas fez dela também uma fonte de graça extraordinária, um ponto de encontro de milhões de peregrinos de todos os povos e nacionalidades, homens, mulheres, crianças, ricos e pobres, doentes e pessoas saudáveis, não convertidos e gente simples, os pecadores e santos. Um rio incessante de peregrinos está se tornando cada vez maior, o interesse cada vez mais profundo, as reações sempre mais e mais intensas, mais espirituais e de massa. (Rupcic: Medjugorje na história da salvação, Duvno 1989, p. 5).
 
 Durante as últimas aparições de Nossa Senhora, Ela tem incessantemente chamado a conversão, ou seja, mudança de nossa relação com Deus; no fortalecimento da oração com o coração; a uma transformação na relação consigo mesmo através do jejum, que liberta de qualquer tipo de vício e uma mudança no relacionamento com as pessoas ao nosso redor através do perdão, da reconciliação e nos ato de amor.
Deixando de lado questões sobre o sobrenatural das aparições e mensagens de Medjugorje, não se pode negar o fato de que a celebração do mistério da salvação, na forma em que isso é realizado hoje, em Medjugorje, foi aos poucos tomando forma baseado nas mensagens de Nossa Senhora. Nas mensagens a Virgem vem pedindo uma participação concreta na Santa Missa, que se tornou o centro da vida cristã seja para o indivíduo cristão seja para toda sociedade cristã. O desejo da Virgem que "a sua Missa seja a sua experiência real com Deus" (16 de maio de 1985), "Eu quero convidar vocês a viverem a Missa" (03 de abril de 1986), "Que a Santa Missa seja para vocês a vida" (25 de abril de 1988).
 
Nossa Senhora também nos convida a adorar Jesus no Santíssimo Sacramento do Altar: "Incessantemente adorem o Santíssimo Sacramento. Eu estou sempre presente quando os fiéis estão em adoração. Neste momento se obtém graças especiais." (15 de março, 1984). "Hoje convido vocês a se apaixonar pelo Santíssimo Sacramento. Adorem a Ele, filhinhos, nas suas paróquias e vocês estarão unidos em todo Mundo... Quando vocês estão em adoração também estão perto de Mim" (25 de setembro de 1995).
Na véspera da festa da Assunção de Nossa Senhora em 1984 disse através de Ivan Dragicevic: "Eu queria que o Mundo estivesse rezando por mim estes dias. E ainda mais, Eu gostaria jejuassem as quartas e sextas-feiras. Que rezem todos os dias o Rosário: Mistérios gozosos, dolorosos e gloriosos "(S. Barbaric Rezem com o coração, Medjugorje de 1994, página 41). "Rezem o Rosário todas as noites" (08 outubro de 1994). "Exorto-vos a convidar a todos para rezarem o Rosário! Com o rosário, vocês vão derrotar todos os obstáculos que Satanás quer colocar nesses tempos para a Igreja Católica. Rezem o Rosário, todos os sacerdotes! Dediquem tempo ao Rosário" (25 de junho de 1985). "Queridos filhos, hoje Eu os convido a orar como nunca antes. Que as suas orações sejam uma oração pela paz... Se você quiser, aceitem o rosário! O rosário, por si só é suficiente para fazer milagres no mundo e em suas vidas "(25 de janeiro, 1991).
 
Nossa Senhora tem também recomendado rezar diante da cruz (30 de agosto de 1984). "Rezem diante da Cruz, da qual derivam grandes graças" (12 de setembro de 1985). "Meditem sobre a Paixão de Cristo e unam se a Jesus com as suas vidas” (25 de janeiro, 1986).
 
 

5. Análise teológica das reuniões de culto.

 
Em Medjugorje se reúnem no Espírito Santo a Igreja do povo de Deus, de todas as nações e idiomas. Em cada celebração vespertina se vive o espírito católico de uma Igreja una santa e apostólica "em que aqueles que vivem em Roma se sentem um Indiano como se fosse membro de seu corpo (cf. LG 13, Ivan Zlatoust, Homilia sobre o Evangelho de João: PG 59, 361). Aqui, a Igreja de peregrinos marchando entre perseguições do mundo e a consolação de Deus, proclamando a Cruz e a morte do Senhor e espera a Sua vinda (Lumen gentium 8).
 
A celebração dos mistérios da salvação está no centro das reuniões de culto. Todas as formas de devoção fluem na direção da Celebração Eucarística, que se prolonga na Adoração Eucarística. Graças ao sacramento da reconciliação, o indivíduo entra pessoalmente no mistério da reconciliação e a Igreja cada vez mais se liberta para a celebração no Espírit o e na verdade.
 
Maria em Medjugorje apareceu com o Menino Jesus nos braços oferecendo-O como um presente aos homens. O Filho de Deus se encarnou em Maria e se fez homem no Seu colo. "Maria nutriu este corpo minúsculo com seu sangue, e aqueceu com o calor de seu corpo inocente e foi o primeiro santuário e verdadeiro tabernáculo do nosso Jesus Eucarístico. Ela foi o primeiro altar e a primeira igreja de Jesus no mundo." (T. Sagi-Bunic, Mãe da Santíssima Eucaristia, em "Cana" 6 / 1987, p. 12). Maria faz parte da celebração eucarística de Medjugorje e é Ela quem prepara e acompanha (o Rosário antes e depois da missa, da colina das aparições nos indica o Krizevac e a igreja, guia os peregrinos à fonte da graça).
 
"A Eucaristia é uma verdadeira pedra angular em torno do qual gira um novo mundo, a fonte de onde brota a paz. É impossível conceber a Eucaristia sem Nossa Se nhora, já que não é possível conceber a Virgem sem a preparação do banquete eucarístico, no qual os hóspedes se tornam seus filhos e "herdeiros de Cristo" (Romanos 8.17). É, portanto compreensível que Nossa Senhora em Medjugorje convida incansavelmente as pessoas à celebração Eucarística (Rupcic, nav pgt 113), Sendo Maria, a Mãe de Deus, os peregrinos se abrem à graça da redenção, e a recebem e entram ainda mais no mistério da salvação. Assim cresce no Espírito Santo.
Na encíclica apostólica "Tertio Millennium adveniente" João Paulo II avalia o Concílio Vaticano II como "um evento providencial" centrado sobre o mistério de Cristo e Sua Igreja e, ao mesmo tempo aberto para o mundo (18). Ele destacou em especial que o mundo de hoje "precisa mais do que nunca de se purificar e precisa de conversão" (18). De acordo com o Papa, o Conselho "tem demonstrado um novo vigor para os homens o Cristo, o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo, o Redentor do homem, o Senhor da história" (19). A enorme riqueza de conteúdo e a nova forma de expressão desconhecida até então, no âmbito do Conselho demonstram este conteúdo e assim anunciam um novo tempo. Os membros do conselho falaram claramente a linguagem do Evangelho, do Sermão da Montanha e das Bem-aventuranças (20).
 
Muitos bispos e teólogos vêem nos eventos de Medjugorje e em suas simples mensagens evangélicas a realização dos eventos providenciais do Concílio, um tom novo e o anúncio dos novos tempos.
 
  

voltar

 

Buscar  
Em    
 
 
 
 
 
 
Digite seu e-mail abaixo para receber nossas atualizações.
 
 
Eventos no Brasil
 
 

Testemunho de Testemunho do fundador do Secretariado Rainha da Paz RJ, o médico Dr. José Ribamar

É muito forte a relação da Mãe com cada filho que vai á Medjugorje e é , especialmente, emocionante a ligação com seus filhos brasileiros. Há quase 3 décadas o fundador do Secretariado Rainha da Paz do Rio de Janeiro, o médico pediatra Dr. José Ribamar, ao levar a esposa para conhecer este lugar sagrado, recebeu lá, a missão de trazer esta espiritualidade ao Brasil e levar corações até Medjugorje.

Testemunho de Testemunho de Geane de Souza Vieira /Goiânia-Go

Ir à Medjugorje, acredito, é desejo de todo devoto de Nossa Senhora. Meu desejo de ir a esta terra visitada por Maria vinha de muito tempo.

Testemunho de Maria Auxiliadora Almeida Castro - Montes Claros - MG

MEDJUGORJE - Pedacinho da Bósnia-Herzegovina onde o Céu toca a Terra, cravejado entre duas montanhas Solo sagrado, que há 35 anos recebe as aparições de Nossa Senhora Rainha da Paz.

Ver Mais Testemunhos
Envie seu Testemunho
 
  Siga-nos Facebook Facebook  
 
© 2018 medjugorje.org.br | medjugorje.org.pt - Site melhor visualizado em Internet Explorer 8 - 1024x768 px ou superior.
Astec Web - Criação de Sites e Lojas Virtuais